O Mundo Fantástico da Sardinha Portuguesa

Há uns dias fomos passear à baixa e depará-mo-nos com uma loja, no mínimo, fora do comum, não resistimos em pegar nas máquinas e entrar!

 

Foi assim que começou a nossa visita ao mundo Fantástico da Sardinha Portuguesa, um estabelecimento onde se pode adquirir um só artigo, sardinhas enlatadas.

O espaço está muito engraçado, faz lembrar um circo, um circo retro-futurista a puxar para o steampunk. Existem latas com 100 tipos de design, um por cada um dos últimos cem anos, onde, além do ano representado, se podem ler alguns marcos importantes e personalidades que nasceram nesse ano.

Acabámos por levar um cesto cheio de latinhas, o preço de cada uma é 5€, apesar de não serem as latas de sardinhas mais baratas de sempre, não estamos só a comprar peixe enlatado, estamos a adquirir uma pequena e adorável recordação.

Quanto à qualidade do peixe pouco podemos inferir, visto que ainda ninguém teve coragem de abrir a lata…. 😛

No final ainda nos perguntaram se eram para oferecer, e disponibilizaram-nos uns envelopes muito engraçados para as embrulharmos.

by: Ana e Henrique

 

______________________________________________________________

Some days ago we went for a walk downtown and came across a store that was just out of the ordinary, we couldn’t resist getting our cameras and going in!

That’s how our visit to the Fantastic world of Portuguese Sardine started, a place were you can only buy one thing, canned sardines.

The shop’s decoration is really funny, it reminds us of a circus, kind of a retro-futurist circus with a little steampunk reference. There are 100 diferent can designs, one for each of the last 100 years where, besides the year, we can read some historical landmarks and world personalities born in that year.

We ended up taking a full basket of cans, at 5€ each, though they are not the cheapest cans ever, we are not just buying canned fish, we are acquiring a small adorable memory.

About the quality of the fish, there’s not much we can say, because no one had the guts to open the can…. 😛

In the end they asked us if the cans were to be offered, and gave us some really cool envelopes for us to pack them.

by: Ana

by: Henrique Nunes

Comentários

comentários